ALIMENTAÇÃO & NUTRIÇÃO

Cinco segredos da alimentação de Lyoto Machida

Com luta marcada para fevereiro de 2018, o atleta revela 5 segredos que o levaram a conquistar sua melhor forma física

No dia 3 de fevereiro o lutador Lyoto Machida retorna ao octógono como a principal atração do UFC Belém, enfrentando Eryk Anders. Com quase 40 anos, o atleta está atualmente em sua melhor forma física, e revela cinco segredos do planejamento alimentar para estar na categoria dos meio-pesados, com atletas de até 93 Kg. O atleta não terá descanso nas férias e vai manter essas regras alimentares, mesmo no período de festas! Inspire-se:

1- Orientação e equilíbrio: o atleta conta com o auxílio de um coach para o planejamento da sua alimentação, principalmente no período de preparação para as lutas. “O objetivo é ajustar o tipo de alimentos consumidos antes e depois dos treinos, e também a quantidade de nutrientes consumidos, já que o desgaste físico é intenso nesse período”, conta Lyoto. O atleta revela ainda que seu estilo de vida e alimentação sempre foi regrado e consciente, mas nunca restritivo ao ponto de causar desconforto. “Não tem uma lista de alimentos que eu consumo, uma dieta redigida. Se estiver fora de casa, me adapto às opções que o ambiente oferece. Se estiver em uma situação social com amigos, não vou fazer com que eles cozinhem apenas para mim, vou escolher aquilo que é o melhor com consciência e equilíbrio”, aponta.

2- Quanto mais natural, melhor: a alimentação do atleta é composta principalmente por alimentos in natura e preparações feitas em casa. Responsável pela administração da carreira do atleta, sua esposa Fabyola Machida é quem cuida do dia a dia desse estilo alimentar. “Nós temos uma rotina muito caseira e familiar, então fazemos as refeições em casa, o que facilita recorrer a alimentos que não sejam processados”, dá a dica.

3- Restrição ao açúcar e ao sal: as únicas restrições alimentares do atleta são para alimentos ricos em açúcar e sal refinados. “Esses itens nunca fizeram parte da minha alimentação regular. Como estou no esporte desde muito cedo, sempre tive essa preocupação”, conta. Mesmo tendo dois filhos pequenos em casa, a alimentação do atleta não é afetada por guloseimas. “Não é uma lista de vilões e itens proibidos, apenas não faz parte do meu dia a dia mesmo”.

4- Alimentos ricos em Ômega 3: os alimentos ricos em gorduras essenciais para o organismo, como ômega 3 e 6, sempre marcam presença no prato do atleta. “Minha alimentação é rica em peixes, castanhas e frutas como o abacate, por exemplo”, revela. Outro item que faz parte da lista de alimentos do atleta é o azeite de oliva. “Ele está presente em várias preparações que consumimos em casa”.

5- Hidratação sempre: por último e não menos importante, outro item indispensável na rotina do atleta é a hidratação. Lyoto prioriza o consumo de água de qualidade e não substitui o item por outros líquidos ou fórmulas no momento da hidratação. “Como meu nível de atividade diária é muito alto, meu consumo de água vai além da média geral. Procuro repor os líquidos perdidos no treino e deixar o meu corpo sempre hidratado para evitar lesões”.

Comentários