NUTRIÇÃO & ESPORTE

Eu consegui! Arritmias cardíacas aos 30 anos me deram um susto e me incentivaram a emagrecer!

Karla Souza, 35 anos, publicitária, mãe de Maria de 18 anos, emagreceu 12kg em 3 meses e hoje é fisiculturista

Quando comecei a malhar, passei a acompanhar as fisiculturistas Maite Bueno, Bella Falconi e Andrea Brazier pelas redes sociais e percebi que era poss
Crédito: Karla Souza

Apesar de fazer parte de uma família de gordinhos – tenho duas irmãs cheinhas e meu pai já sofreu um AVC por causa de uma gordurinha que bloqueou a passagem do sangue para o cérebro - sempre fui magra, ativa e muito animada. Aos 17 anos, engravidei de minha primeira e única filha, engordei 25kg, mas em seis meses já havia recuperado meu peso. Há cinco anos, quando completei 30, comecei a engordar. Medindo 1,63m, nesta idade passei de 60kg para 72kg e 30% de gordura. Nesta época, estava numa fase de muito estresse no trabalho e acumulando muitas funções em casa. Colocava na comida a solução de todos os meus problemas. Se estava triste, comia para ficar alegre; se estava feliz, comia para comemorar; se estava estressada, comia para comemorar. Doze quilos mais gorda, ganhando em média 4 kilos por ano, meu astral mudou totalmente. Com a auto-estima baixa, só queria ficar em casa e me tornei uma pessoa desanimada e deprimida. Só a comida era capaz de me alegrar ! E exercicios passavam longe ! Não tinha o menor ânimo para malhar. Mas o pior de tudo isso foram as arritmias cardíacas que o sobrepeso me causou. Ao procurar um médico para investigar o problema, ouvi a seguinte frase: Ou você muda de vida agora ou terá sérios problemas no futuro. Fiquei muito assustada com aquela declaração e ao ver todas as taxas elevadas em meu exame de sangue, percebi que realmente era hora de tomar uma decisão e cuidar da minha saúde física e emocional. Meu marido foi meu grande incentivador. Vaidoso, praticante de atividades físicas e com uma alimentação saudável, ele me ajudou muito. Ele até me apelidou de Grila, pois eu dizia que ia ficar magra como uma “Grila” (rsrs). Fiz matrícula em uma academia pequena, próxima à nossa casa e mesmo sem a ajuda de um nutricionista inicialmente, cortei doces, frituras e álcool e substituí a farinha branca pela integral. Segui esta nova alimentação religiosamente por 3 meses e perdi 12kg, 6 no primeiro, 3 no segundo e 3 no terceiro mês. Meu índice de gordura corporal baixou de 30% para 14%. O apoio da minha família foi crucial. Todos nos alimentamos bem e fazemos exercicios. Sem esta ajuda, não teria sido nada fácil ! Sou gulosa e preguiçosa por natureza, adoro churrasco e amo vinho. Mas quando vi as transformações no meu corpo, fiquei tão feliz, que mudei o foco do meu prazer. Hoje, voltei a me amar, fiz as pazes com o espelho e esta sensação maravilhosa é melhor do que qualquer guloseima. E estas transformações não foram apenas físicas. Sofria com enxaquecas quase diárias e também com prisão de ventre. Ao cortar o glúten e a lactose, estes dois problemas acabaram . Passei a ter qualidade de vida, acordando sempre bem disposta e cheia de energia. Hoje, quando faço uma extravagância e saio da dieta, as consequências são imediatas, com inchaço e diarreia. Gosto muito de uma frase em latim que diz “Quod me nutrit me destruit” que quer dizer “aquilo que me nutre também me destrói.” Faço musculação 5 vezes na semana e aeróbico de Domingo a Domingo. Eventualmente, faço também aulas de cross fit e estou começando o muay thai. Quando comecei a malhar, passei a acompanhar as fisiculturistas Maite Bueno, Bella Falconi e Andrea Brazier pelas redes sociais e percebi que era possível ficar musculosa sem perder a feminilidade. Isto me encantou e decidi me preparar para um campeonato estadual de fisiculturismo. Com apenas dois meses de preparação, conquistei o segundo lugar no Campeonato Estadual IFBB no Espirito Santo. Meu treinador foi o Coach Bueno, que me acompanha até hoje. Minha alimentação é supervisionada pelo nutricionista Cesar Cruz, de São Paulo, responsável pela minha dieta e minha suplementação, que inclui apenas whey protein, BCAA e glutamina. Sou contra esteroides.

DIETA PRÉ-TREINO: Suco de 2 laranjas batidas com meia beterraba

DIETA PÓS-TREINO: Whey com glutamina

DURANTE O TREINO: Bcaa Sigo uma alimentação rica em proteína, com consumo de carboidrato apenas até às 15h e 4litros de água por dia. Na fase preparatória para campeonatos a dieta fica bem mais rigorosa, principalmente nas duas semanas anteriores.

UM DIA NA DIETA DE KARLA SOUZA Acordo e tomo água com limão em Jejum e só depois de 30 min que começo a me alimentar. Refeição 1 – 4 claras, 2 colheres de tapioca, 3 morangos e 1 filete de mel. (crepioca) Refeição 2 – barrinha de proteína quest bar – ou uma coalhada com granola e damasco Refeição 3 – filé de frango com aspargos e arroz integral – salada verde livre Refeição 4 – barrinha de proteína quest bar – ou uma coalhada com granola e damasco Refeição 5 – Patinho moído com beringela e salada a vontade Refeição 6 – omelete de 4 claras e pipoca

 

Comentários