Revista SuplementAção
Banco de Imagens

Os BCAA´s estimulam a produção de insulina




BCAA




DRA. Mônica Antunes Forte

Nutricionista Pós-graduada em Bioquímica, Fisiologia, Treinamento e Nutrição Desportiva, pela LABEX/UNICAMP.


Mais de 20 aminoácidos são necessários para a construção dos músculos e para a manutenção de importantes funções vitais. Dentre os aminoácidos essenciais, temos três deles que são os chamados BCAA’s (aminoácidos de cadeia ramificada - sigla em inglês de “Branched Chain Amino Acids”) constituídos por: Leucina, Isoleucina e Valina. Os BCAA’s constituem até 35% da massa muscular corporal e são indispensáveis para a manutenção e o crescimento dos músculos .

Como esses três aminoácidos são considerados essenciais, e o nosso corpo não os produz, há a necessidade de serem ingeridos pela dieta. São encontrados, sobretudo em fontes protéicas de origem animal, como carnes em geral, ovos, leite e derivados. A proteína isolada do soro do leite (WHEY PROTEIN) é uma das fontes mais ricas.

Os aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA) são amplamente utilizados para a prática esportiva. Por isso, a primeira questão que nos vem à cabeça é sobre a função desses durante a atividade física.

Qual a função dos BCAAs na atividade física?

Os BCAAs são oxidados rápida e preferencialmente pelo músculo esquelético, notadamente durante exercícios de intensidade moderada/alta e longa duração, situação na qual se observa uma queda em suas concentrações plasmáticas, provocada pelo maior desvio desses aminoácidos para a produção de energia durante o exercício. Apesar destes aminoácidos não serem considerados a principal fonte de energia para o processo de contração muscular , sabe-se que atuam como importante fonte de energia muscular durante o estresse metabólico, como: estados pós-cirúrgicos; estados de inadequação alimentar combinado com atividades físicas regulares e intensas; em atletas de elite que são submetidos a exercícios intensos e prolongados; ou em atletas amadores e praticantes de atividades físicas, nos quais geralmente há uma inadequação da dieta aliada a uma atividade física intensa e desordenada, sem o devido descanso para uma ótima recuperação corporal. Estudos têm mostrado que nestas situações, a administração de BCAAs, particularmente a leucina, poderia estimular a síntese protéica e diminuir o catabolismo protéico muscular.

Os BCAA’s estimulam a produção de insulina, fazendo com que os aminoácidos penetrem mais facilmente nas células musculares para que possam servir de matéria-prima na construção dos músculos.

Além dos possíveis efeitos ergogênicos no metabolismo protéico muscular, outros têm sido sugeridos.

Estudos com suplementação de BCAA demonstram que essa estratégia nutricional pode ser efetiva na promoção do anabolismo protéico muscular e diminuição da lesão muscular pós-exercício.

Pesquisadores têm se fixado em estudos que relacionam os BCAAs com a fadiga central. A hipótese seria de que o uso desses aminoácidos reduz as chances do triptofano plasmático (outro aminoácido essencial) chegar à barreira hemato-encefálica reduzindo a produção de serotonina no cérebro, de modo que os sintomas de fadiga relacionada ao exercício seriam reduzidos.

Foi verificado que os BCAAs são substratos para a síntese de glutamina aumentando seus níveis pós-exercício. Baixa concentração de glutamina está relacionada com a diminuição da função imunológica de atletas, levando incidência de várias infecções, principalmente as do trato respiratório superior (faringite, laringite, sinusite, resfriados etc).

Outra função dos BCAAs é o fornecimento de energia (glicose) através da neoglicogênese (formação de glicose por aminoácidos - ciclo alanina- glicose).

Para que se tenha a eficácia na suplementação de BCAA, outros nutrientes exercem papel importante, tais como: Cromo, Vitamina B6, Vitamina B12, Biotina, além de uma alimentação adequada.

Assim, podemos observar que existe uma grande quantidade de evidências cientificas que apontam para os benefícios inequívocos ao seu corpo, garantindo o máximo rendimento nos treinos com o consumo de BCAA antes, durante e após a atividade física.


Fonte: REVISTA SUPLEMENTAÇÃO - ANO 01 - EDIÇÃO 02



 

SOBRE A SUPLEMENTAÇÃO

Uma revista conceituada voltada ao mercado fitness de praticantes de atividades físicas e consumidores de suplementos alimentares.

É distribuida em âmbito nacional, conta com as principais tendências e temas sobre esse segmento no Brasil, nos EUA, na Europa e no mundo.
YOUTUBE CHANNEL



REDES SOCIAIS

NAS BANCAS

Edição nº30 Maio/Julho com Aline Bernardes
Copyright Revista Suplementação
Desenvolvimento: FMSistema.net